As Defesas 2015 – Seahawks / Cardinals

Seattle Seahawks

Esquema: 4 ×3  Coordenador defensivoKris Richard   Performance em 2015:

  • pontos permitidos – 17.3 por partida (1ª da NFL)
  • jardas permitidas – 291.8 por partida (2ª da NFL)
  • contra o jogo aéreo – 210.3 por partida (2ª da NFL)
  • contra o jogo de corridas – 81.5 por partida (1ª da NFL)
  • turnovers conquistados – total de 22 (Empatados com os Packers, Saints e Vikings - 18ª da NFL)
  • sacks – total de 37 (Empatados com os Eagles e Ravens - 17ª da NFL)
  • tentativas de 3º Down convertidas – 34.4% (4ª da NFL)

Performance em 2014:

  • pontos permitidos – 15.9 por partida (1ª da NFL)
  • jardas permitidas – 267.1 por partida (1ª da NFL)
  • contra o jogo aéreo – 185.6 por partida (1ª da NFL)
  • contra o jogo de corridas – 81.5 por partida (3ª da NFL)
  • turnovers conquistados – total de 23 (21ª da NFL)
  • sacks – total de 37 (20ª da NFL)
  • tentativas de 3º Down convertidas – 37.1% (8ª da NFL)

  Pelo 4º ano consecutivo, a defesa de Seattle foi a que menos sofreu pontos na NFL. Feito impressionante! Para isso superaram um início irregular e alguns desfalques. Precisaram fazer ajustes no meio do caminho. Uma das mexidas foi mover Richard Sherman (CB) de lado a lado em certas ocasiões, acompanhando o recebedor adversário. Antes, ele cuidava exclusivamente do lado esquerdo do campo. Em boa parte dos demais números, alternaram com a também formidável defesa dos Broncos quem era a 1ª e 2ª da liga. Manter-se no topo será de novo o desafio. Para isso precisarão encontrar peças de reposição, em caso de novos desfalques de seus craques. Em especial o PASS RUSH me parece limitado de alternativas.  

Movimentações:

Toda OFFSEASON ao menos 1 jogador do time base é "pescado" no mercado. Desta vez foi Bruce Irvin (agora nos Raiders), que tinha papel difícil de ser substituído pela versatilidade de alinhar em pé (linebacker) ou na linha defensiva. Outro que saiu foi Brandon Mebane (DT - agora nos Chargers). Esta ausência pode ser menos sofrida, pois o veterano perdeu jogos por contusões nos últimos anos. Para recompor a rotação na linha defensiva, trouxeram Sealver Siliga (DT), que surgiu bem nos Patriots mas está em volta com lesões. O principal reforço no entanto veio do DRAFT 2016. Via em Jarran Reed (DT) um talento TOP 10, porém ele sobrou para os Seahawks até o 2º round. 2 velhos conhecidos estariam de volta para esta temporada. Brandon Browner (CB ex Saintes e Patriots), mesmo sem a boa reputação de outrora, chega para reeditar a versão original da "LEGION OF BOOM" (apelido da linha secundária). Porém Chris Clemons (DE ex Jaguars), um dos heróis do SUPER BOWL vencido pelos Seahawks, assinou o contrato mas logo depois optou por aposentar-se.  

Destaques:

  • Richard Sherman – CB
  • Earl Thomas – S
  • Kam Chancellor - S
  • Michael Bennett - DE
  • Bobby Wagner – ILB

 

 

Arizona Cardinals

Esquema: 3 ×4  Coordenador defensivoJames Bettcher   Performance em 2015:

  • pontos permitidos – 19.6 por partida (Empatados com os Texans - 7ª da NFL)
  • jardas permitidas – 321.7 por partida (5ª da NFL)
  • contra o jogo aéreo – 230.4 por partida (8ª da NFL)
  • contra o jogo de corridas – 91.3 por partida (6ª da NFL)
  • turnovers conquistados – total de 33 (2ª da NFL)
  • sacks – total de 36 (Empatados com os Jaguars - 20ª da NFL)
  • tentativas de 3º Down convertidas – 35.7% (8ª da NFL)

Performance em 2014:

  • pontos permitidos – 18.7 por partida (5ª da NFL)
  • jardas permitidas – 368.2 por partida (24ª da NFL)
  • contra o jogo aéreo – 259.5 por partida (29ª da NFL)
  • contra o jogo de corridas – 108.7 por partida (13ª da NFL)
  • turnovers conquistados – total de 25 (Empatados com outros 6 times – 13ª da NFL)
  • sacks – total de 35 (24ª da NFL)
  • tentativas de 3º Down convertidas – 37.7% (12ª da NFL)

  Havia uma preocupação com a defesa depois que Todd Bowles (ex coordenador) foi anunciado como HEAD COACH dos Jets. Seu sucessor James Betcher manteve o espírito agressivo de BLITZES e obteve melhores números que no ano anterior. Ele começou hesitante mas aos poucos se assentou na chamada das jogadas. Alguns jogadores tiveram desempenho brilhante como Patrick Peterson (CB), Deone Buchannon (S/LB) e o "caçador de TURNOVERS" Tyrann Mathieu (CB/S), que infelizmente rompeu o ligamento do joelho a poucas rodadas do início dos PLAYOFFs, e não pôde contribuir na luta pelo título. Desenvolver um PASS RUSH sem a total dependência das BLITZES é o desafio para 2016.  

Movimentações:

Para sanar justamente esta questão do PASS RUSH, os Cardinals se envolveram numa troca com os Patriots por Chandler Jones (OLB). Se estiver com a cabeça no lugar, ele tem os atributos técnicos e físicos para brilhar no deserto. A outra adição visando infernizar a vida dos Quarterbacks adversários veio pelo DRAFT 2016. Robert Nkemdiche (DT) era visto como um dos jogadores mais talentosos disponíveis no processo, porém problemático. Se focado em se tornar uma força na NFL, ele causará dor de cabeça aos bloqueadores internos. Outro ponto de ênfase era refazer a linha defensiva com jogadores mais atléticos, depois da saída de Rashad Johnson (S - agora nos Titans) e Jerraud Powers (CB - agora nos Ravens). Pela FREE AGENCY o alvo foi Tyvon Branch (S - ex Chiefs e Raiders), que lutará por se manter saudável. A maior parte dos reforços para esse setor serão calouros: Brandon Williams (CB - 3º round), Marqui Christian (S - 5º round) e Harlan Miller (CB - 6º round). Até o não draftado Eli Bouka (CB), com experiência na liga canadense terá chance de competir por uma vaga no elenco final. Um FREE AGENT adicionado de última hora foi Donald Butler (LB), que desde a última renovação contratual com os Chargers, só enervou a antiga torcida.  

Destaques:

  • Patrick Peterson – CB
  • Calais Campbell – DE
  • Tyrann Mathieu - CB/S
  • Deone Buchannon - S/LB

   

Comentar

Veja também: