Alvos do Draft 2021 - TE / FB

 

TIGHT ENDS

 

Cada vez mais envolvidos nas ações ofensivas como alvos de passes, alguns Tight Ends ascenderam como grandes armas da NFL.

Formações que usam 2 Tight Ends são frequentes, já que por sua versatilidade, esses jogadores podem contribuir tanto no jogo aéreo, como no bloqueio ao jogo de corridas.

Antes se procurava o jogador completo, agora os especializados em rotas a partir do SLOT ganharam espaço. 

Na média, 1 Tight End é selecionado em cada primeiro round do Draft.

 

TOP 4

 

1) Kyle Pitts (Florida)

Se você não se encanta com os videos de Pitts, problema seu :) 

Brincadeira a parte, claro que sempre dá para encontrar alguma preocupação e deficiência nos prospectos. Nesse caso, apesar de todas as qualidades, Pitts não é o cara mais veloz do planeta, mas consegue bater a cobertura individual com exuberante agilidade e entendimento de rotas.

É um recebedor especial pela versatilidade esquemática e habilidade de receber bolas de todos os tipos (ZERO DROPs).

Ah, não se destaca por bloqueios. Mas ninguém iria draftá-lo para fazer isso mesmo...

Veja o video com seus Highlights:

 

 

2) Pat Freiermuth (Penn St)

O apelido de Baby Gronk é, de fato, exagerado, mas não deixa de ter validade na comparação. Especialmente, quando avança com a bola nas mãos. Pode evoluir para ser grande bloqueador também.

Falta-lhe a velocidade para as rotas mais verticais. DROPs podem ser um problema.

Veja o video com seus Highlights:

 

 

3) Tre McKitty (Georgia)

Colocá-lo aqui exigiu boa dose de fé. Enxerguei o potencial sobre o material produzido. Levei em conta as circunstâncias: toda a instabilidade de Florida St e a lesão após transferência.

Mas o atleticismo está lá. Vontade de bloquear também.

Veja o video com seus Highlights:

 

 

4) Hunter Long (Boston College)

Tem um somatório de qualidades que o colocam como um prospecto interessante. Desde bom bloqueador à agilidade, passando por mãos confiáveis e bom entendimento de rotas.

Por não ser tão atlético, não se torna um candidato especial.

Veja o video com seus Highlights:

 

 

O Coringa

 

Brevin Jordan (Miami)

Suas melhores características combinam melhor com a (rara hoje em dia) função de H-BACK do que o modelo tradicional. Movimenta-se bem, mas falta-lhe verticalidade.

Então cabem duas questões. Ele estaria disposto a se voltar para isso, focando no desenvolvimento como bloqueador? Os times valorizam o suficiente essa posição para escolhê-lo relativamente cedo?

Veja o video com seus Highlights:

 

Evitaria Escolher

 

Noah Gray (Duke)

Possui boas características que podem levar algum time a selecioná-lo nos rounds intermediários.

Só não vejo o suficiente para reverter o mediano atleticismo e fragilidade como bloqueador.

Veja o video com seus Highlights:

https://

 

 

Merece(m) Atenção

 

Kenny Yeboah (Ole Miss)

Nesse último ano, transferiu-se para uma universidade que joga contra maior nível de competição e anotou expressivas 19.4 jardas por passe recebido de média.

Não tem o tamanho necessário para qualquer alinhamento, mas a aceleração inicial e desenvoltura no espaço, darão uma chance de se colocar na liga.

Como quase todos os outros, precisa evoluir como bloqueador. Ao menos, mostra fisicalidade.

Veja o video com seus Highlights:

 

John Bates (Boise St)

Poderia ter colocado em qualquer outro lugar, então quase ficou de fora de tudo por esquecimento...

Todavia, é um bom jogador, que bloqueia e corre boas rotas. Só falta-lhe mais velocidade. 

Veja o video com seus Highlights:

 

Alternativas

 

Luke Farrell (Ohio St) – Oferece boa capacidade de bloqueio e (alguma) desenvoltura nas rotas curtas / intermediárias.

Matthew Bushman (BYU) – vai colaborar recebendo passes, mas precisava mostrar um pouco mais como bloqueador.

 

 

Tiro no Escuro

 

Tony Poljan (Virginia)

Se der certo na NFL, será um caso no mínimo curioso.

Chegou a jogar de Quarterback, antes de se transferir para Virginia como Tight End.

Normalmente, uma transição dessa é para aproveitar o entendimento de rotas. Não é o caso aqui, até pelo fraquíssimo atleticismo.

Ele se torna uma opção como bloqueador na linha, quase como um Offensive Tackle extra (tem 6'7" de altura). Pode aparecer como elemento surpresa na RED ZONE pela envergadura. 

Veja o video com seus Highlights:

 

 

Outros Candidatos

Zach Davidson (Central Missouri St), Quintin Morris (Bowling Green), Kylen Granson (SMU), Briley Moore (Kansas St), Dylan Soehner (Iowa St) e Nick Eubanks (Michigan)

 

 

 

FULLBACKS

 

Posição quase extinta na liga, para entrar o segundo Tight End ou o terceiro Wide Receiver em campo, o maior candidato a deixá-lo é o Fullback.

Porém, eles são úteis para times que baseiam seu ataque no jogo de corridas e fornecem “matéria-prima” para as unidades de especialistas.

Fullbacks são maiores e mais pesados do que os Running Backs, devem ser destemidos e agressivos no bloqueio.

Nenhum deles será draftado nos rounds iniciais.

 

TOP 2

 

1) Tommy Tremble (Notre dame)

Listado como Tight End na maioria dos lugares, tem estilo e características a função de H-BACK (mencionada lá em cima). Melhor bloqueador de corridas em espaço aberto desse ano.

Veja o video com seus Highlights:

 

2) Ben Mason (Michigan) 

Jogador no modelo tradicional da posição. Bloqueia e vira opção de carregar a bola em GOALINE.

Veja o video com seus Highlights:

 

Alternativas

 

Spencer Brown (UAB) Running back de bom tamanho para fazer a conversão.

Lorenzo Neal Jr (Puedue) – Jogou na linha defensiva no College, mas sendo filho de quem é...

 

Outros Candidatos

Tory Carter (LSU), John Raine (Northwestern), Mason Stokke (Wisconsin), Giovanni Fauolo (Nevada), Kylen Granson (SMU), Houston Heimuli (Stanford) e Carl Tucker (Alabama)

 

Comentar

Veja também: