Dono dos Dolphins explica por que foi contra Raiders em Vegas

Durante essa semana os donos dos times da NFL aprovaram a ida dos Raiders para Las Vegas, e apenas um dono votou contra essa mudança: Stephen Ross. O dono dos Dolphins chamou a atenção do púlbico ao ser o único a votar contra a tradicional franquia deixar Oakland e explicou os motivos:

"Eu estava mais interessado nos fãs em Oakland e o que um time da NFL significa para a cidade. Essa é minha primeira preocupação. Acho que são os torcedores que temos que pensar em primeiro lugar. Você precisa usar todas as opções para permanecer na cidade".

O futuro estádio dos Raiders em Las Vegas só ficará pronto em 2020 e vai custar US$ 1.9 bilhões, a cidade vai usar US$ 750 milhões de dinheiro público para ajudar na construção. Recentemente o Hard Rock Stadium, casa dos Dolphins, passou por reformas e melhorias que foram avaliadas em US$ 500 milhões. O valor foi pago por Ross sem ajuda de dinheiro público, e ele também falou sobre isso:

"Precisamos olhar ao redor. Há pouco dinheiro público para os times da NFL atualmente. Se você é dono de uma franquia, você precisa ter dinheiro no bolso para entregar o que é pedido. Você até pode precisar de um pouco de dinheiro público para infraestrutura e coisas do tipo, mas com o custo dos estádio hoje em dia, o país não pode pagar por coisas desse tipo".

Para finalizar, Ross afirmou que Mark Davis não se esforçou muito para manter a tradicional franquia em Oakland:

"Acredito que ser dono de um time faz você se tornar um tipo de guardião da cidade e penso que não foram feitos todos os esforços para manter os Raiders em Oakland. Você só pode fazer um acordo quando o dono do time quer fazer o acordo. Com quem você vai negociar? O que vai acontecer? É necessário existir uma força tomando as decisões".

Comentar

Veja também: